Cerveja Falada no “Filmes que voam”

2011


Assista gratuitamente o documentário “Cerveja Falada”, sobre Rupprecht Loeffler e sua cervejaria Canoinhense, no Filmes que Voam. Para adquiri-lo, entre em contato.

Cerveja Falada fecha o ano de 2011 com diversas exibições

Curta-metragem 35mm sobre Rupprecht Loeffler e Cervejaria Canoinhense será exibido no mês de dezembro em  sessão especial na Fundação Badesc, no evento “Sambaqui Convida” e também no Cineclube Ieda Beck. O filme ainda será lançado no site www.filmesquevoam.com.br para ser assistido e baixado gratuitamente.

Durante o mês de dezembro o filme Cerveja Falada terá diversas exibições. Haverá  sessão especial na parte externa da Fundação Cultural Badesc, Centro de Florianópolis, no dia 15, com entrada franca. No dia 17 o filme será exibido em duas sessões no evento da Cerveja Sambaqui, no Rancho do Neco, em Sambaqui. No dia 21 o filme será exibido na última sessão do ano do Cineclube Ieda Beck, no Instituto Arco-íris, Centro da Cidade, na Travessa Ratcliff. Para quem não puder estar presente em nenhum dos eventos a Exato Segundo, em parceria com o site www.filmesquevoam.com.br, disponibilizará o filme para donwload gratuito.

O documentário, o curta-metragem Cerveja Falada, sobre Rupprecht Loeffler e sua cervejaria Canoinhense, foi premiado no edital Prêmio Cinemateca Catarinense/Fundação Catarinense de Cultura de 2008 e rodado durante os meses de junho e julho de 2009, na cidade de Canoinhas, interior de Santa Catarina. Montado em Florianópolis no segundo semestre do mesmo ano, a obra foi finalizada 35mm no mês de março de 2010, em São Paulo. A produção é assinada pela Exato Segundo Produções Artísticas, com direção de Demétrio Panarotto, Luiz Henrique Cudo e Guto Lima.

O filme teve sua estreia na cidade de Canoinhas no mês de agosto de 2010 em duas sessões lotadas, com a presença do Sr. Rupprecht Loeffler e família. Em outubro do mesmo ano ocorreu seu pré-lançamento em Florianópolis com três sessões e um público de mais de trezentos espectadores. Foi selecionado no Faial Filmes Fest 2010 – Festival de Curtas das Ilhas (Azores Short Film Festival) e exibido no projeto CURTA CINEMATECA ESPECIAL, da Cinemateca Brasileira. Participou também, ainda em 2010, do 17º Vitória Cine Vídeo ainda em 2010.

Durante o ano de 2011 o curta-metragem “Cerveja Falada” foi exibido no SLOW FILME – Festival Internacional de Cinema e Alimentação (www.slowfilme.com.br), no Curta-SE – Festival Brasileiro de Curtas-Metragens de Sergipe (www.casacurtase.org.br), as duas exibições em setembro de 2011, e no 34º Festival Guarnicê de Cinema, em São Luís, Maranhão, em outubro. Foi exibido, ainda, ao longo do ano de 2011, em Curitiba, Porto Alegre, Joinville, Chapecó, Balneário Comburiu, Canoinhas (novamente, lançamento do DVD), além de várias exibições em Florianópolis e região, totalizando, até o momento, mais de 30 (trinta) exibições públicas.

Rupprecht Loeffler era filho de imigrantes alemães que desembarcaram em Santa Catarina no final do século XIX e que, como muitos outros imigrantes, trouxeram na bagagem a paixão germânica pela produção de cerveja e construíram parte da identidade cultural destes povos e cidades com suas cervejarias.

A cervejaria Canoinhense, fundada em 1908 e passada de pai para filho, é a única no Brasil que conseguiu manter as suas características originais e atividades até os dias de hoje. Manteve a forma de produção cervejeira de um passado distante nos moldes das cervejarias alemãs do século XIX, como se tivesse parado no tempo. A cervejaria ainda é uma prova viva de técnicas que foram se tornando obsoletas diante das facilidades da vida moderna, métodos e tipos de vida que parecem não ter mais espaço no dia-a-dia conturbado das grandes cidades.

Seu Loeffler, que faleceu com noventa e três anos recentemente (27 de fevereiro de 2011), passou grande parte de sua vida acompanhado de dona Gerda, com quem esteve casado sessenta anos. Orgulhava-se muito desta trajetória e nos conta no filme muitas situações vividas ao longo dos anos. Propicia assim ao espectador um passeio por fatos importantes que marcaram a história do século passado. Remonta a memória de seu pai e do século XIX, ingressa com lucidez e vivacidade no século XXI, contando-as com um olhar de quem passou a vida envolvido com uma de suas grandes paixões: a cerveja.

O documentário, com 15 minutos de duração, é apenas um aperitivo – e não tinha como ser diferente – desta história, e ao mesmo tempo um convite para que as pessoas conheçam um pouco mais do legado da cervejaria Canoinhense, de seu Loeffler e de sua vida devotada a paixão pelo trabalho e a manutenção de uma tradição familiar.

Assista ao trailer: http://www.youtube.com/watch?v=JuQNi-BQROs
Link para o teaser: http://www.youtube.com/watch?v=AWxUGQEqRA0